Av. Nossa Srª dos Navegantes, Edifício Palácio do Café, 675, Sala 701, Enseada do Suá, Vitória - ES, CEP 29.050-912

Central de Atendimento

(27) 3100-2019 | 27 3014-8008
(27) 9 9933-7517 (somente ligação)
(27) 9 9698-9329 (somente WhatsApp)

Funcionamento:
Segunda a sexta-feira de 8h às 17h

Generic selectors
Exact matches only
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Post Type Selectors
Buscar em posts
Buscar em páginas

TRT solidário isenta pagamento de taxa em Mimoso do Sul e São José do Calçado

  • 3 de fevereiro de 2023

Os técnicos industriais que prestarem serviços nas cidades de Mimoso do Sul e São José do Calçado estão isentos do pagamento de taxa do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT) enquanto perdurar a situação de emergência nesses municípios. A medida, conhecida como “TRT Solidário”, foi instituída através da Resolução Ad Referendum Nº 18 do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), assinada ontem (02), em Brasília.

Apesar de estarem isentos do pagamento para serviços realizados nos dois municípios, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES) alerta que é necessário emitir o TRT normalmente, através do site da autarquia (www.crtes.gov.br). Por estarem amparados pela Resolução do CFT, o valor do documento é zero.

Para o vice-presidente do CRT-ES, técnico em Telecomunicações Elianderson Bernardes França, a medida vem amenizar a difícil situação de quem presta serviços naquelas cidades.

“É uma forma de mitigar os efeitos dessa enchente. Muitos técnicos industriais também foram afetados e o CFT acerta ao baixar essa resolução, que zera o valor do TRT para serviços nesses municípios. Nós do CRT-ES temos como missão proteger a sociedade e os técnicos industriais, além de adotar medidas para que a população obtenha segurança jurídica”, afirmou.

Mimoso do Sul e São José do Calçado decretaram situação de emergência no dia 26 de janeiro, depois que as fortes chuvas trouxeram muitos prejuízos aos moradores das áreas urbana e rural. Estradas ficaram prejudicadas, houve queda de 350 barreiras e 13 pontes foram arrancadas pela força da água. Além disso, mais de quatro mil pessoas ficaram fora de casa devido à enchente. A Resolução Ad Referendum Nº 18 ficará em vigor enquanto perdurarem os decretos de situação de emergência e estado de calamidade pública.

Últimas notícias

IDAF adere à tecnologia e facilita a entrega das medições de terras via site

A fim de melhorar e agilizar a entrega dos documentos e de solicitações para requerimentos, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo…
Ler mais...

Vitória Stone Fair: CRT-ES marca presença e recebe técnicos

O Conselho Regional dos Técnicos Industriais participou no dia 30 de janeiro a 02 de fevereiro da Feira Vitória Stone Fair, que aconteceu no Pavilhão…
Ler mais...

CRT-ES participa do videocast Mundo Offshore

No início desta semana, na segunda-feira (5), o CRT-ES participou do videocast Mundo Offshore, apresentado por Thelmo Tonini, Técnico em Instrumentação e funcionário da maior…
Ler mais...

TRT solidário isenta pagamento de taxa em Mimoso do Sul e São José do Calçado

  • 3 de fevereiro de 2023

Os técnicos industriais que prestarem serviços nas cidades de Mimoso do Sul e São José do Calçado estão isentos do pagamento de taxa do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT) enquanto perdurar a situação de emergência nesses municípios. A medida, conhecida como “TRT Solidário”, foi instituída através da Resolução Ad Referendum Nº 18 do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), assinada ontem (02), em Brasília.

Apesar de estarem isentos do pagamento para serviços realizados nos dois municípios, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Espírito Santo (CRT-ES) alerta que é necessário emitir o TRT normalmente, através do site da autarquia (www.crtes.gov.br). Por estarem amparados pela Resolução do CFT, o valor do documento é zero.

Para o vice-presidente do CRT-ES, técnico em Telecomunicações Elianderson Bernardes França, a medida vem amenizar a difícil situação de quem presta serviços naquelas cidades.

“É uma forma de mitigar os efeitos dessa enchente. Muitos técnicos industriais também foram afetados e o CFT acerta ao baixar essa resolução, que zera o valor do TRT para serviços nesses municípios. Nós do CRT-ES temos como missão proteger a sociedade e os técnicos industriais, além de adotar medidas para que a população obtenha segurança jurídica”, afirmou.

Mimoso do Sul e São José do Calçado decretaram situação de emergência no dia 26 de janeiro, depois que as fortes chuvas trouxeram muitos prejuízos aos moradores das áreas urbana e rural. Estradas ficaram prejudicadas, houve queda de 350 barreiras e 13 pontes foram arrancadas pela força da água. Além disso, mais de quatro mil pessoas ficaram fora de casa devido à enchente. A Resolução Ad Referendum Nº 18 ficará em vigor enquanto perdurarem os decretos de situação de emergência e estado de calamidade pública.